Economia e política, conhecimentos gerais, contos e crônicas, avisos, cartas, humor.

 

O PREÇO DA LIBERDADE

02/01/2010

Frederico Porto

Vivemos uma época única na história, você tem a impressão de que o mundo é escasso, isto é, não tem o suficiente para todos, mas deixe-me apresentar-lhes outro ponto de vista.

Um dos grandes problemas do mundo atual é que, devido ao grande número de opções que temos, ficamos perdidos, ou seja, a liberdade de escolha nos angustia, o que é evidenciado em prisioneiros que ficaram muitos anos na cadeia e temem a liberdade por não saberem o que fazer com ela.

A prova deste mundo abundante está no número crescente de profissões. Por exemplo, quem imaginaria, há cinquenta anos, alguém ganhar a vida e até ficar rico, sendo esportista?

Para os nossos antepassados, o caminho já estava trilhado; você, geralmente, seguia a profissão do pai ou, mais recentemente, há cerca de 30 anos, formava-se em uma família um médico, um engenheiro e um advogado; as opções eram poucas.

Segundo Peter Drucker, o grande pensador da administração, “pela primeira vez na história temos de aprender a administrar a nós próprios”, isto é, temos de conhecer as nossas habilidades, o que gostamos de fazer, para que a vida seja plena e tenha sentido.

Nesta busca por mais liberdade e opções, talvez tenhamos esquecido que junto à liberdade vem o seu preço, que é a responsabilidade, isto é, a capacidade de responder pelo que fazemos no mundo.

A vida hoje, mais do que nunca, é um projeto pessoal, que você deve construir, buscando as respostas para suas dúvidas, pois não são mais encontradas respostas prontas.

 

Ver mais sobre FILOSOFIA

 

Para abrir em nova janela, mantendo esta página aberta, pressione SHIFT ao clicar no link.

- -

BUSCA
Google

PROCURE NA CAIXA ABAIXO