RELIGIÃO - RELIGAÇÃO


Religiosos estão sempre insistindo em que o ateísmo é também uma religião. Todavia, os significados dados a religião não se enquadra a um sistema que rejeita a existência de divindades.

 

"A raiz da palavra religião tem ligações com o -lig- de diligente ou inteligente ou com le-, lec-, -lei, -leg- de "ler", "lecionar", "eleitor" e "eleger" respectivamente. o re- iniciar é um prefixo que vem de red(i) "vir", "voltar" como em "reditivo" ou "relíquia" 5

Historicamente foram propostas várias etimologias para a origem de religio. Cícero, na sua obra
De natura deorum, (45 a.C.) afirma que o termo se refere a relegere, reler, sendo característico das pessoas religiosas prestarem muita atenção a tudo o que se relacionava com os deuses, relendo as escrituras. Esta proposta etimológica sublinha o carácter repetitivo do fenómeno religioso, bem como o aspecto intelectual. Mais tarde, Lactâncio (século III e IV d.C.) rejeita a interpretação de Cícero e afirma que o termo vem de religare, religar, argumentando que a religião é um laço de piedade que serve para religar os seres humanos a Deus.

No livro "
A Cidade de Deus" Agostinho de Hipona (século IV d.C.) afirma que religio deriva de religere, "reeleger". Através da religião a humanidade reelegia de novo a Deus, do qual se tinha separado. Mais tarde, na obra De vera religione Agostinho retoma a interpretação de Lactâncio, que via em religio uma relação com "religar". (Wikipédia).

 

Não obstante o ateísmo não se enquadrar a algo que religue o homem a uma coisa de que se tenha desligado, assim comentou um leitor sobre uma postagem ateísta no Facebook:

 

"Um ponto crucial, meu nobre amigo — e que parece (parece...) não ter sido ainda compreendido pelo amigo e pelos demais professos das "religiões" agnóstico-ateísticas é que NÃO fazemos apologia de religiões. Não. Jesus Cristo, como já lhe disse reiteradas vezes, não é mais uma religião, não é religião! Jesus Cristo é, sim, a plena revelação de Deus ao ser humano. "Mas, isso é domínio de fé!" — alegará alguém. É verdade. Logo, quando insisto com o amigo no sentido de se aproximar da Verdade, faço-o apenas nessa compreensão... Por essa razão, eu lhe digo que se afaste de "combater (inutilmente) religiões com... mais uma religião — a sua", muito embora o nobre amigo possa discordar inteiramente disso. Nem por isso as profissões agnóstico-ateísticas deixarão de ser o que psicossocioantropologicamente, de modo inequívoco, são: religiões."

 

Das interpretações etimológicas citadas acima, a que atualmente é apresentada por quase todas as religiões é: religião é a religação do homem com Deus, do qual se desligou pelo pecado.   O ateísmo é simplesmente uma negação da existência de divindade; não é uma fé, mas a ausência de fé em qualquer coisa sobrenatural.  Portanto, não é vocabularmente correto classificar o ateísmo como religião.

 

Ver mais  RELIGIÃO

 

..

.