SEU ÚLTIMO DESEJO - A ESCOLHA DA SUA MORTE

 

Condenado à morte, o que você escolheria?  Receber uma injeção letal, o ser colocado em uma masmorra para morrer de fome? Ou ser colocado em uma jaula para ser comido por pequenos bichos?

 

"Eluana Englaro, a italiana que morreu após permanecer 17 anos em estado vegetativo e que morreu na segunda-feira depois que sua alimentação artificial foi suspensa, foi enterrada nesta quinta-feira (12) no túmulo da família na localidade de Paluzza (Udine, nordeste italiano), após uma cerimônia fechada e da qual seus pais não participaram."(http://mesquita.blog.br/direito-de-morrer-italiana-e-enterrada, ).

 

Isso é chamado de "ortotanásia", diferente da eutanásia (do grego ευθανασία - ευ "bom", θάνατος "morte") é a prática pela qual se abrevia a vida de um enfermo incurável de maneira controlada e assistida por um especialista).

 

Dizem que, quando Sócrates, devido às suas idéias um tanto diferentes das da classe dominante, foi condenado a beber veneno, o juiz lhe disse: "Sócrates, você está condenado à morte".   Sócrates então respondeu: "Vossa Excelência também está".

 

Talvez lhe cause calafrio imaginar-se condenado à pena de morte.   Mas, pensando bem, como disse Sócrates, você já está condenado, assim como eu e outros mortais.    E, diferentemente dos condenados pela justiça, nem temos o direito de escolher como queremos morrer.   Acho que deveríamos ter esse direito.

 

Assunto bastante discutido atualmente, há projeto de lei para legalizar em nosso país a ortotanásia.  Eutanásia, nem pensar!  É, na visão dos religiosos, algo abonimável.

 

Diante da pergunta que fiz no início, imagino que pelo menos a grande maioria das pessoas escolheria a primeira alternativa: a injeção letal, bem melhor do que morrer de fome em um fosso, ou ser devorado lentamente por um grupo de bichinhos.   Aí estão a eutanásia e a ortotanásia e a chamada morte natural.   A eutanásia é a morte rápida e indolor da injeção letal.   A ortotanásia, que significa deixar todo o tratamento que prolonga a vida do doente terminal, para que ele morra 'naturalmente', dizem, isto é desidratado e desnutrido.  A terceira é ficar prolongando ao máximo a vida de quem já não tem mais prazer mas somente dor até que ele ceda e seja finalmente devorado pelas bactérias.

 

Em uma situação sem retorno, tendo unicamente a morte pela frente, eu não hesitaria em escolher a eutanásia, nunca a ortotanásia, que equivale a ser abandonado para morrer de fome.

 

Ver também EUTANÁSIA É MELHOR DO QUE ORTOTANÁSIA

 

Ver mais Filosofia

 

..

.