VERSOS SATÂNICOS E A FÚRIA MUÇULMANA

 

"Dois homens caem do céu para a terra, depois que terroristas explodem o avião em que viajavam. Ambos são indianos e atores. Ambos chegam incólumes ao solo da Inglaterra e se metamorfoseiam -- um em diabo, outro em anjo.
Muitas coisas opõem e associam os acidentados: um é apolíneo, o outro dionisíaco; um é apocalíptico, o outro integrado; um é apegado a sua origem, o outro está decidido a conquistar a nova nacionalidade. Transitando livremente entre o real e o fantástico, entre o bem e o mal, entre a infinidade de opostos complementares e inconciliáveis da vida, este romance alegórico, impregnado de magia, é claramente autobiográfico no conjunto de seus episódios e, principalmente, em sua questão filosófica central: quem sou eu?"

http://www.companhiadasletras.com.br/detalhe.php?codigo=10812

 

"The Satanic Verses (Versículos Satânicos, título em Portugal, ou Versos Satânicos, título no Brasil) é uma obra literária do escritor britânico de origem indiana Salman Rushdie, editada em 1989.

O livro conta as aventuras de dois indianos muçulmanos que sobreviveram a um atentado a bomba de separatistas sikh em um avião. Após a queda, na Inglaterra, um deles, Saladim Chamcha, desenvolve chifres, cascos e um rabo. O outro, Gibreel Farishta, cria um halo e sonha em conhecer o profeta Mahound (antigo termo pejorativo para Maomé).

Na Inglaterra, militantes muçulmanos queimaram o livro. Em vários países foi proibida a sua edição. A reação mais violenta veio do Irão. Em 1989, o aiatolá Khomeini decretou uma sentença de morte contra o autor e líderes religiosos iranianos ofereceram 6 milhões de dólares como recompensa pelo assassinato de Rushdie.

Pela crítica em relação ao Islamismo, o autor foi jurado de morte pelo aiatolá Khomeini que, sem ser citado explicitamente, aparece em um dos sonhos de Gibreel. O enredo desenvolve-se na Índia e na Inglaterra e o título refere-se a alguns versos do Corão, conhecidos por versículos Gharanigh."
(Wikipédia)
 

Aí está um dos risco de se permitir que religião se sobreponha à razão.  Quando o poder político é assumido pela religião,  a morte sempre está por perto; pois os líderes religiosos, sabendo que seu deus nada faz, procuram fazer por ele a vingança.

 

Ver mais sobre  ISLAMISMO

 

..

.