GRUPO RELIGIOSO TENTA IMPEDIR ABORTO DE MENINA VÍTIMA DE ESTUPRO


"Grupo tenta invadir hospital onde menina de 10 anos passará por aborto e chama médico de 'assassino'
Criança disse a familiares que era estuprada pelo tio desde os 6 anos, mas membros da Comunidade Católica Porta Fidei protestaram contra o procedimento, que é permitido por lei em casos de violência
Diário de Pernambuco
Gabriel Ronan
16/08/2020 19:42 - atualizado 16/08/2020 20:01

Um grupo de pessoas ligado à Comunidade Católica Porta Fidei se deslocou ao Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros, no Recife, para protestar contra o aborto pelo qual uma menina de 10 anos passará após ser estuprada pelo próprio tio.

Apesar do procedimento ser considerado legal, a multidão tentou invadir o hospital. Com gritos de “assassino”, também criticou o médico responsável pelo aborto.

Vídeos que circulam no Twitter mostram a confusão. Policiais militares do estado de Pernambuco precisaram impedir a entrada das pessoas no hospital.
<https://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2020/08/16/interna_nacional,1176632/aborto-de-menina-de-10-anos-e-alvo-de-protestos-no-recife.shtml>

 

A fé tornou as pessoas irracionais, insensíveis, cruéis, sem consideração pela vítima de uma vítima de violência sexual.  A vida da menina violentada não tem valor para eles, que acham que devem salvar é o fruto da violência.  O deus deles não é todo-poderoso? Por que não o invocam para impedir o aborto se acham que isso é a vontade desse ser oriundo do pensamento primitivo.

 

Ver mais sobre os  MALEFÍCIOS DA RELIGIÃO

 

..

.